Estou lendo:O MUNDO EXPLICADO POR T.S. SPIVET - Reif Larsen


10 / 223 words. 4% done!

sábado, 29 de outubro de 2011

Olha só que legal esse site!

Eu falei desse site antes, é o http://www.bookess.com em que você pode publicar seu livro e pode até fazer a impressão dele, e vender seu livro, mesmo que só uma pessoa queira comprar... é bem legal viu! Acho que vale a pena dar uma olhada lá, eu coloquei o conto O CEIFADOR E O IDIOTA lá, quem quiser dar uma olhada, para ver o site fique a vontade!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

22º Concurso de Contos Paulo Leminski - 2011


 22º Concurso de Contos Paulo Leminski - 2011

Informações:
a) Concurso de Contos
b) Trabalhos não premiados em outro concurso e não publicados em papel
c) Publicação em coletânea (em 2013 , com os selecionados da 20º à 23º edição do Concurso)

Prazo:
11 de novembro de 2011.

Premiação:
I) 1º lugar - R$ 1.800 / 2º lugar - R$ 1.350 / 3º lugar - R$ 1.000 / autor local - R$ 850

Fonte:

Regulamento:
1.O Concurso destina-se a todas as pessoas interessadas; e cada concorrente poderá participar com apenas um trabalho que ainda não tenha sido premiado em outro concurso ou já publicado em livros, coletâneas ou revistas. O tema é livre e a inscrição gratuita.
2.Consideram-se inscritas as obras entregues sob protocolo ou enviadas pelos correios (com registro A.R.), endereçadas à Unioeste/Campus de Toledo ou à Biblioteca Pública Municipal de Toledo, Paraná, nos seguintes endereços:
2.1 - Unioeste - Campus de Toledo - Fone: (045) 3379-7000; r. 3379-7091
Rua da Faculdade, 645 CEP: 85903-000 Caixa Postal 320 - Toledo - PR
2.2- Biblioteca Pública Municipal de Toledo
Av. Tiradentes, 1165 CEP: 85900-230 - Toledo - PR
3.O conto deverá ser apresentado em 02 (duas) vias, escrito em língua portuguesa ou espanhola, digitado em espaço 1,5 (um e meio), com fonte Arial, tamanho 12 (doze), de um só lado do papel, e obedecer a um limite máximo de 20 páginas.
4.Deverá constar, no interior do envelope que contém o trabalho, outro envelope menor (fechado), contendo em seu interior uma folha na qual constem: título do conto, pseudônimo e nome completo do autor; seu endereço, telefone, RG, e-mail e grau de instrução. No entanto, na parte externa desse pequeno envelope, deverão constar apenas o pseudônimo do autor e o título do conto a ser inscrito no concurso.
5.A Comissão Julgadora será composta por cinco ou sete membros de reconhecido nível intelectual e acadêmico, sendo sua decisão soberana e irrecorrível; o número de integrantes dessa comissão depende do número de inscritos no evento.
6.Premiação:
Primeiro prêmio: R$ 1.800,00 - (Hum mil e oitocentos reais);
Segundo prêmio: R$ 1.350,00 - (Hum mil e trezentos e cinqüenta reais)
Terceiro prêmio: R$ 1.000,00 - (Hum mil reais)
Quarto prêmio: (Melhor Conto Toledano): R$ 850,00 - (Oitocentos e cinqüenta reais)
NOTA: A eventual premiação de trabalho que já tenha sido premiado em outro concurso implicará na obrigatoriedade de devolução do prêmio pelo respectivo candidato. E contos com indícios de plágio serão automaticamente retirados do concurso.
7. A relação dos contos classificados para premiação e os indicados com menções honrosas será publicada nos órgãos de imprensa da região e nos portais web das instituições promotoras do concurso. Posteriormente, a cada período de cinco anos, os contos serão publicados sob forma de coletânea, reunindo os contos premiados e os que tenham recebido menções honrosas. Por ocasião de seu lançamento, os respectivos autores receberão um determinado número de volumes em seu domicílio, no endereço por eles fornecido. Na última coletânea, 4ª, foram publicados trabalhos do 16º ao 19º evento.
7.1 Os contos premiados consideram-se propriedade da Unioeste e Prefeitura Municipal de Toledo - Biblioteca Pública Municipal, entidades realizadoras do Concurso de Contos Paulo Leminski, para finalidade de publicação da Coletânea de Contos; e aqueles que tenham recebido menções honrosas serão incluídos nessa coletânea mediante cessão de direitos por seus respectivos autores, por meio de documento legal, no caso de que se viabilize uma edição com a finalidade de venda para subsídio e auto sustentação do próprio concurso.
7.2 O produto da potencial venda das coletâneas será depositado na conta da Fundação Universitária – Unioeste, mediante acordo com essa entidade; ou na conta da Associação dos Amigos da Biblioteca Pública Municipal de Toledo PR - CNPJ 08.774.965/0001-43 – cujo fundo se destinará exclusivamente para cobertura dos custos de divulgação, comissão julgadora e premiação das subsequentes edições do Concurso de Contos Paulo Leminski.
8.O resultado do concurso será divulgado na imprensa e na Internet, nos portais oficiais das instituições promotoras do evento, a seguir:http://www.unioeste.br/leminski e http://www.toledo.pr.gov.br
9.Para a devolução dos contos, as despesas de postagem serão de responsabilidade do solicitante, devendo para tanto enviar envelope já selado, constando nele os dados do destinatário. O conto estará à disposição de seu autor após a divulgação do resultado do concurso por um período de 30 (trinta) dias; e após este prazo, eles serão incinerados.
10.O encaminhamento dos trabalhos na forma prevista neste regulamento implica na concordância com as disposições nele consignadas.
Informações:
Unioeste - Campus de Toledo – PR – (45) 3379-7091
Biblioteca Pública Municipal – (45) 3252-6225 3055 8790
Correio Eletrônico: biblioteca@toledo.pr.gov.br

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Antes de Morrer - Jenny Downham


Minha opinião: Quer ler um livro triste pra caramba? Aquele que  vire e mexe você fica com os olhos marejados? Pois então tem que ler esse livro, pois ele é desse jeitinho, triste pra burro. Bem, mas também não é para menos, a estória é sobre Tessa uma adolescente de 16 anos - que só conhecemos a partir de um lado melancólico e deprimido dela – Mas não é à toa, não, Tessa tem um câncer incurável e se vê diante da morte, e também diante de diversos procedimentos doloridos para lidar com essa doença. Imaginem uma adolescente que espera tanto pela frente, que sempre busca o futuro e as conquistas que pode ter e percebe que não pode ter nada disso? É isso que encontramos nesse livro. Acho que o que me chamou a atenção foi o fato de Tessa escrever uma lista sobre as coisas que gostaria de fazer antes de morrer, e existem muitas coisas interessantes nessa lista como: perder a virgindade, ser famosa, dizer sim para tudo durante um dia inteiro e entre outras coisas, e isso realmente me prendeu quando eu li a sinopse e pensei “tenho que ler esse livro”, mas é muito triste. Acho que como a acompanhamos desde o os momentos iniciais da sua doença, e que mesmo assim ela está... Digamos que “bem” e posteriormente a olhamos tão fraquinha que nem parece a mesma garota - fisicamente, eu quero dizer - por isso, peguem a caixinha de lencinhos e deixem do seu lado enquanto lêem. Gostei também dos outros personagens que estão com Tessa na estória, como seu pai que sempre está do seu lado, a sua mãe que se mostra muito fraca para suportar tudo, enquanto Tessa tenta a todo o momento a colocar no lugar de mãe, e isso é muito legal de se ler, e o irmão da Tessa que é um fofo, ah gente no final dá um aperto no coração...
Tem uma parte em que Tessa começa a passar muito mal, tendo uma hemorragia no nariz e quem está com ela é a sua mãe - uma mulher que não consegue lidar com a dor e nem com o papel de mãe – E aí a mãe diz que vai chamar o pai dela para cuidar de tudo e Tessa não deixa, diz que ela é que tem que cuidar dela, achei um máximo, por que mostra como ela precisava que a mãe fizesse o papel de cuidadora e de mãe.
Apesar de parecer ser uma estória apelativa, eu acho que foi interessante pelo fato de que Tessa continua a ser uma adolescente a todo o momento, mesmo no hospital, no fim da vida com mil exigências sobre o que ela quer que as pessoas façam, ela se mostra uma adolescente, e isso é bacana.  

Resumo: Tessa é uma menina de 16 anos que tem uma doença incurável. Diante de seu imutável destino, ela organiza uma lista com o que gostaria de fazer antes de sua morte e parte em busca de realizá-la: se apaixonar, ter a primeira relação sexual, dirigir escondida, roubar coisas numa loja... viver o tempo que resta. Um tema doloroso, passado com leveza e doçura, em um texto verdadeiro e tocante, sem ser piegas. 

domingo, 16 de outubro de 2011

Aproveite!

Como sempre o site Submarino traz promoções muito boas e que dá vontade de comprar muito...



Lá você pode escolher três livros e paga R$30,00 reais nos três, isso mesmo, você paga R$10,00 reais em cada um... muito bom né? Olha algumas opções:

Memórias de uma Gueixa 





                Ler, Viver e Amar em Los Angeles





Diários do Vampiro: Retorno, Vol. V - Anoitecer

O Estranho Caso do Cachorro Morto - Mark Haddon

Minha opinião: Eu estava de olho nesse livro já fazia tempo, e fiquei super feliz quando consegui essa troca pelo Skoob! Como é bom poder trocar livros, não é mesmo? Mas, sabem por que eu queria ler esse livro? Acho que o que me pegou mesmo foi a sinopse do livro que fala sobre um garoto chamado Christopher que não entende as relações humanas, o que inclui as reações faciais que nós temos como, por exemplo, dúvida e insegurança, e também não entende nenhum um pouco sobre sarcasmo, mas ele conhece os números primos até 7.507 e sabe as capitais de todos os países do mundo, bem, esse garoto de 15 anos tem a síndrome de Asperger, que atualmente é bastante vista em diversos filmes como “Querido John” e “Adam” e outros que não lembro o nome agora. Mas o interessante desse livro é que o livro é escrito em primeira pessoa, portanto, quem narra toda a história é o próprio Christopher, e eu adorei isso, gostei como ele separa os capítulos em números primos, por que ele gosta dos números primos e como ele explica com detalhes as coisas que ele conta no livro, chegamos a ter páginas sobre um determinado assunto, achei muito bom. O autor realmente teve uma sacada ótima nesse livro, e mostrar o autismo dessa maneira, tão próximo e real me deixou muito satisfeita, afinal, não é todo autor que consegue isso.
Bem, Christopher começa a escrever um livro para desvendar um mistério, a morte de Wellington, o cachorro da sua vizinha, já que ele encontra o cachorro morto e depois tenta descobrir quem é o assassino. E durante essa busca ele acaba se deparando com muitas coisas que ele nem imaginava descobrir e se depara com verdades difíceis de lhe dar. Olha só, eu achei toda a estória muito envolvente, a cada página que você lê, você quer continuar e continuar e chegar até a conclusão de tudo, além disso, o personagem Christopher cativa e nos pede para não desistir dele, acho que é o que o pai dele fez durante toda a estória. A única coisa que me pegou foi o final, eu esperava mais um pouco, talvez mais algumas páginas com um desenrolar mais envolvente e tal, mas nem tudo é como desejamos né? De qualquer maneira eu deixo esse livro como um dos melhores que eu li. Muito bom.

Resumo: Christopher Jonh Francis Boone, 15 anos, um menino que sofre de síndrome de Asperger, que é uma forma de autismo, é o personagem principal da trama deste livro. Um gênio em matemática que adora verdades absolutas e detesta contato físico com outras pessoas e com dificuldades de se relacionar com os outros, que é acusado de assassinato. A vítima: Wellington, o cachorro do vizinho. Por causa disso, Christopher passa uma noite na cadeia e decide descobrir quem matou o animal inspirando-se em Sherlock Holmes. Este livro já rendeu ao seu autor um dos mais importantes prêmios internacionais, o Whitbread 2003, na categoria livro do ano.




segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Vol. 2 Artemis Fowl: uma Aventura no Ártico - Eoin Colfer


Minha opinião: Sabe que eu gostei muito mais desse segundo livro, acho que o primeiro deixou um pouco a desejar, principalmente sobre o Artemis que é o personagem principal e que me pareceu um pouco apagado nesse primeiro momento, mas nesse segundo livro, as coisas parecem estar mais alinhadas e acho que o autor está se descobrindo na escrita e na estória e me pareceu que ele estava mais a vontade para imaginar e criar uma aventura interessante.
Nesse livro, Artemis se vê diante de uma pista do paradeiro do seu pai o que faz com que ele se empenhe em encontrá-lo, do outro lado está a Capitã Holly Short tenta resolver uma confusão no mundo das fadas, sem imaginar quem estaria por trás disso, e para resolver essa confusão ela tem que pedir ajuda para o Artemis e claro, que o Artemis também pede auxilio para o mundo das fadas. Acho que eu gostei mais desse livro, por que os personagens são descritos com mais fragilidades com que faça que nos sintamos próximos a eles, e isso é muito importante em um livro.
Bem, dizem por aí que vai sair um filme baseado no livro, será?

Resumo: Artemis Fowl - Uma Aventura no Ártico', narra a vida do anti-herói mal-humorado e pessimista criado pelo irlandês Eoin Colfer, numa história que mistura ação, internet e magia. Neste livro, Artemis está ainda mais rico, por conta do ouro que roubou do povo das fadas, mas uma coisa ainda preocupa o astuto criminoso mirim - o desaparecimento de seu pai, o Sr. Fowl, feito prisioneiro pela máfia russa por dois anos e oficialmente dado como morto. Mas o coração de Artemis Jr. se nega a acreditar no fim trágico do pai.

sábado, 8 de outubro de 2011

Aproveite!



Acreditem se quiser, por que eu fiquei com a minha mãozinha coçando ao ver essa promoção na Fnac, sério mesmo! Eu fui comprovar e coloquei sete livros no carrinho e realmente deram o desconto de 70%, você chega a pagar R$8,00 por livro, além do frete grátis!!
Muito bom isso, não acham? Entrem lá: FNAC Loja Especial
Livraria - Preços com até 20% de desconto
e comprovem!

Além disso, a Fnac também está com livro por até R$9,90!
Como esses:
E vários outros que eu já vou comprar! rs...

Os Garotos da Minha Vida - Beverly Donofrio


Minha opinião: Lembro-me de ter assistido ao filme desse livro a muito tempo atrás, fui até verificar e vi que ele foi lançado em 2001, ou seja, há 10 anos atrás. Primeiro eu pensei “Nossa, como eu estou velha” e segundo “Eu preciso ler esse livro”, afinal, eu tinha uma vaga lembrança de que eu havia gostado do filme, e dessa maneira, provavelmente iria gostar também do livro, ainda mais porque não me lembrava de nada com detalhes, mas apenas alguns momentos marcantes do filme que ainda ficaram guardados na minha mente. Assim, eu consegui o livro que é super curto e é uma autobiografia, sim, é a própria Beverly que conta a sua história, o que foi bem legal e ela escreve bem e confesso que dá muita vontade de sentar no sofá ou deitar na cama e ler tudo de uma vez, uma pena, que isso não foi possível comigo.
Bem, a história é sobre a Beverly, uma adolescente rebelde que tinha quase tudo para dar errado na vida, mas que no fim deu certo – como diz no próprio livro – Beverly tem quinze anos quando fica grávida de um cara meio “doidinho” e os dois acabam sendo obrigados a se casar, no entanto, ela decide que mesmo tendo um filho tão jovem ela pode estudar e ter um futuro melhor, e ela tenta realmente fazer isso, apesar de que ela erra e faz umas coisas que “Meu Deus”, mas mesmo assim é um personagem marcante e que muitas vezes eu me vi ali, tendo as mesmas emoções quando era adolescente, e quando lia eu pude entender o porquê de me lembrar de ter gostado do filme, é por que eu na época era uma adolescente e acho que me projetei um pouco na personagem, rs... De qualquer maneira, é um livro bom e vale à pena viu!
ResumoBeverly é uma garota que só se interessa por rapazes e farras. Antes de terminar o ginásio engravida e casa-se com o pai do bebê, um viciado em heroína. Com o fim precoce do casamento, resolve voltar aos estudos. Mais madura, ela enfrenta a cidade de Nova York apenas com a coragem e 500 dólares no bolso, tendo que se transformar em adulta à força. Este romance virou filme, com Drew Barrymore no papel principal.

TEM FILME DESSE LIVRO

Minha opinião: Acho que já falei acima o que eu achei do filme né? Eu me lembro de ter gostado muito e confesso que depois de li o livro e fiquei morrendo de vontade de assistir novamente, mas ainda não tive tempo de alugar o filme, por isso, fui apenas ao Youtube e vi o trailer e lembrei-me de muita coisa. Eu acho que a Drew Barrymore ficou ótima no papel da Beverly, ela incorporou realmente a personagem e sentimos realmente que ela é uma adolescente rebelde e depois uma jovem querendo ser adulta e assim por diante, o Steve Zahn também ficou muito bem no papel do Ray, que é um cara bom, mas que não tem responsabilidade, ou melhor, não aprendeu o que é isso, ah e o filho dela é uma fofura! Lindo! Ah, assistam, acho que você também irá gostar.



Sinopse: Nos anos 60, Beverly D'Onofrio (Drew Barrymore) é uma garota que vive em uma cidade do interior dos Estados Unidos e sonha em chegar à universidade e tornar-se uma escritora. Porém, seus planos são subitamente interrompidos quando, aos 15 anos, ela fica grávida de Ray Murphy (Steve Zahn), um motoqueiro que conheceu há apenas poucas semanas. Com medo de que sua filha se tornasse mãe solteira, os pais de Beverly a obrigam a se casar com Ray e abandonar os estudos para cuidar da criança. Mas Beverly não desiste de seu sonho e, após enfrentar alguns erros e obstáculos, busca enfim realizá-lo.

Agradecimento!

Olha só que surpresa a minha hein!? Ganhei uma homenagem e nem imaginava que um dia isso iria acontecer...rs... Na verdade eu tenho vários blogs que eu admiro e pensar que eu poderia ter um blog que outras pessoas se inspirassem me deixou muito feliz!
Digo isso por que o blog Livros do Ademilson fez um post muito fofo sobre o meu blog! Então eu venho com esse post agradecer e dizer que ter um blog e muito prazeroso, por que além de podermos escrever sobre o que gostamos, nós também conhecemos muitas pessoas que tem compartilham o mesmo prazer! E isso é maravilhoso!
Obrigada Ademilson por também me inspirar a continuar!



"

sábado, 1 de outubro de 2011

Sangue Quente - Isaac Marion


Minha opinião: Imagina, um livro sobre zumbis? Quando peguei o livro em minhas mãos, fiquei pensando se eu iria ou não ler, afinal, um cara zumbi que se apaixona por uma garota e tal, me pareceu um pouco “clichê” nas atuais circunstâncias, claro que não em relação ao zumbi né? Mas decidi me arriscar, afinal, que mal iria fazer?  Comecei a ler e me deparei com o personagem chamado “R”, isso mesmo, ele se chama R, e é um Zumbi. O livro é escrito em primeira pessoa, portanto, lemos a versão de R sobre a história, estamos dentro da mente dele e às vezes eu me esquecia que ele era um Zumbi, a não ser nas partes que ele devorava cérebros e tal, nessas partes eu me lembrava. Certo, R vive no mundo em que os zumbis tomaram grande parte do mundo, enquanto os humanos ficam resistentes a essa “epidemia” de zumbis. Só que o legal do livro, é que a nossa visão se dá a partir dos zumbis, e apesar deles comerem os humanos e tal, ainda assim, conseguimos a partir de R, gostar deles e até mesmo compreende-los, e é nesse caminho, que enquanto R vai para um ataque para se alimentar de humanos, ele devora um cara e come um pedaço do seu cérebro – que faz com os zumbis possam sentir e ver a vida da pessoa da qual estão devorando – ele conhece a namorada desse cara, a Julie, moça que acaba por alterar o rumo das coisas, já que R passa a ter atitudes e sensações que não são nada típicas de um zumbi. Eu gostei do livro, achei que o autor soube escrever uma boa história, mesmo com algumas cenas previsíveis, além de que se pensarmos além... Podemos pensar em como ele descreve uma sociedade massacrada por uma nova realidade e diante de uma pergunta? É possível conviver com aquilo que mais temos medo? Acho que vale a pena ler o livro, e adivinhem? Já está sendo gravado a versão cinematográfica do livro, então esperem um pouco e por que logo, logo teremos mais um filme na lista para assistir! E pelo jeito Nicholas Hoult será o R e Teresa Palmer será a Julie.

Resumo:  R é um jovem vivendo uma crise existencial - ele é um zumbi. Perambula por uma América destruída pela guerra, colapso social e a fome voraz de seus companheiros mortos-vivos, mas R busca mais do que sangue e cérebros. Ele consegue pronunciar apenas algumas sílabas, mas é profundo, cheio de pensamentos e saudade. Não tem recordações, nem identidade, nem pulso, mas tem sonhos. Após vivenciar as memórias de um adolescente enquanto devorava seu cérebro, R faz uma escolha inesperada, que começa com uma relação tensa, desajeitada e estranhamente doce com a namorada de sua vítima. Julie é uma explosão de cores na paisagem triste e cinzenta que envolve a 'vida' de R e sua decisão de protegê-la irá transformar não só ele, mas também seus companheiros mortos-vivos, e talvez o mundo inteiro.  
Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails