Estou lendo:O MUNDO EXPLICADO POR T.S. SPIVET - Reif Larsen


10 / 223 words. 4% done!

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Meme Literário do Blog Meu mundo é um grande livro

Olá! Estou participando do Meme literário da Andressa do blog Meu mundo é um grande livro! Adoro!

Eu li este Mês:

Colocação: (Esse foi díficil hein...)
Quarto Lugar* O Solista - STEVE LOPEZ  

Qual Livro que você tenha lido este mês,Gostaria que virasse Filme:
As crônicas do Mundo Emerso
e
Deuses Americanos
Por que?
Os livros das Crônicas do Mundo Emerso são maravilhosos, os personagens são ricos e envolventes, e só de imaginar quem faria os personagens me deixa morrendo de curiosidade.
Já os Deuses Americanos, se virasse filme, seria no mínimo estranho, e por isso eu adoraria assistir.

Dos livros que leu este mês, qual capa foi a que você achou mais bonita:

Quem é o(a) Top Autor(a) deste mês, na sua opinião:
Licia Troisi

Livros mais desejados, deste mês:
Fallen - Lauren Kate

É isso,
beijos

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Vol 5: Diários do Vampiro: O retorno: Anoitecer - L. J; Smith

Minha opinião: Hum... Sei lá... No começo do livro eu estava achando o livro um tédio... As coisas estavam um pouco sem graça, a Elena tinha voltado à vida né, e estava como um espírito, flutuando sem parar, beijando todo mundo e sem conseguir falar. De repente a história fica meio doida e ficou parecendo um filme de suspense, nossa, não se pareceu em nada com os outros livros da série - pelo menos eu achei – Mas ai eu comecei até a gostar, por que disse a mim mesma, que o livro estava mesmo diferente, então não adiantava eu ficar sofrendo, e foi o que eu fiz. Acho que nesse livro o sobrenatural está esparramado nas páginas, coisas diferentes acontecem sem parar e algumas até confusas... O final me deixou curiosa pela continuação, mas eu também fiquei com a impressão de “Já acabou? Está faltando alguma coisa”. Mas tudo bem, vamos ver como fica o próximo né?

Resumo:  quinto livro começa com Elena voltando dos mortos. Ela volta do além com poderes humanos, o que faz seu sangue pulsar com uma força esmagadora e única, sendo irresistível para todos os vampiros. Stefan está convencido em manter Elena segura e pretende deixar Fell’s Church. Damon, porém, é impulsionado por um desejo insaciável de poder, e quer que a Elena como sua princesa. Quando Stefan é afastado de Fell’s Church, Damon tenta convencer Elena que ele é o irmão que ela deveria ter escolhido, mas a escuridão está infiltrando a cidade e, agora Damon que sempre foi o caçador, está sendo a caça. Ele é a presa de uma criatura maléfica que pode possuí-lo à vontade que deseja não somente o sangue de Elena, como também sua morte.

Livro e filme: Onde vivem os Monstros - Maurice Sendak


Minha opinião: Eu quis colocar esse livro aqui agora por que eu acabei de assistir o filme e acho que ele merece - e muito - um espaço aqui. Eu li esse livro e reli ele milhares de vezes quando o usava para contar histórias para crianças, elas achavam muito bonito e se divertiam. E eu também concordo com eles, o livro tem ilustrações belíssimas e a história é fofa demais. Mas devo dizer que eu amei o filme, ele é de uma delicadeza e sensibilidade que me impressionou, penso eu, que não é um filme infantil, mas muito adulto, pois o personagem principal, o Max, ele faz várias malcriações - que na verdade é uma representação do que ele não consegue dizer - depois disso ele foge e acaba indo parar numa ilha em que moram os monstros, lá ele passa a ser rei, mas isso cria para ele muitas responsabilidades e uma chance de poder se ver e entender o que está vivendo.
As falas dos personagens são naturais e sem malícia, e é de uma sinceridade que me cativou. A maneira como Max se vê diante de questões que ele não conseguia lidar e mostra como ele faz para poder criar formas de agir sobre os seus sentimentos e poder dar uma nova significação. Assim como todas as crianças que usam da fantasia para poder achar as suas respostas.
As imagens são bonitas, grande parte do filme não tem falas, por que são dadas respostas curtas - que trazem grandes mensagens - o que valoriza como os personagens se relacionam e isso de uma maneira infantil. Ah, eu adorei esse filme!
Resumo do livro: Escrito em 1963, Onde Vivem os Monstros revolucionou a literatura infantil, abrindo caminho para o que hoje conhecemos por livro ilustrado. A história é a do menino Max. Vestido com sua fantasia de lobo, faz tamanha malcriação que é mandado para o quarto sem jantar. Lá, ele se transporta para uma floresta, embarca em um miniveleiro, navega pelo oceano, por dias, semanas, meses, até chegar numa ilha, onde vivem os monstros...

Filme:
Elenco: Paul Dano, Forest Whitaker, Catherine Keener, James Gandolfini, Catherine O'Hara, Lauren Ambrose, Tom Noonan
Direção: Spike Jonze
Gênero: Aventura/Drama
Duração: 101 min.
Distribuidora: Warner Bros.
Estreia: 15 de Janeiro de 2010

Sinopse: O clássico livro de Maurice Sendak, 'Onde Vivem os Monstros', chega às telas do cinema em um conto para todas as gerações, com direção do inovador cineasta Spike Jonze. Onde Vivem os Monstros segue as aventuras de Max, um garoto travesso que é mandado de castigo para seu quarto depois de desobedecer a mãe. Porém, a imaginação de Max está livre para voar, e logo o transporta para um reino desconhecido. Encantado, Max parte para a terra dos Monstros Selvagens, onde as travessuras são lei, e Max é o rei.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Aproveite!

Minha nossa!
Olha só isso, super promoção, minha mão está até coçando! O submarino está demais!
O livro Sussurro: Hush, Hush por R$9,90!
O volume 4 da série Diários do Vampiro: Reunião sombria por R$9,90!
Além dos livros novamente da série House of Night estarem pelo preço cada um de R$9,90! Isso é sério.
Eu só fico chateada, por ter comprado esses livros antes, quando o preço estava três vezes maior!
Mas tudo bem...
Mas só hoje é essa promo, por que é aniversário do submarino.

domingo, 19 de setembro de 2010

Deuses Americanos - Neil Gaiman

“(...) Acho que conheci algumas pessoas, mas não tenho mais certeza de nada. É igual a um daqueles sonhos que provoca transformações. Você guarda um pouco do sonho pra sempre, e sabe algumas coisas lá no fundo da alma, porque aconteceram, mas, quando vai procurar os detalhes, eles fogem da mente.”

Minha Opinião: Louco, completamente louco! Bizarro, estranho, violento, sem pudor, sem certezas, sem direção. Esse livro me deixou confusa, me deixou boquiaberta, me deixou com raiva, sem orientação... Mas sabe que eu até que gostei desse livro? Por incrível que pareça – incrível mesmo – eu gostei. Os nomes dos personagens são tão comumente interessantes: Shadow, Senhor World, senhor Town, Wednesday... E por ai vai! Eu estava lendo o livro e comecei a me sentir inquieta – será que eu iria desistir de ler? Talvez – mas ai eu disse para mim mesma “Se entrega” e foi isso que eu fiz, deixei ir... E foi...rs... Me perdi nas palavras e muitas vezes balançava a cabeça sem acreditar no que estava lendo, mas poxa, eu gostei. Sem me alongar muito, devo confessar que prefiro o livro “Os filhos de Anansi” do mesmo autor, acho que eu me diverti muito mais. Porém com esse livro eu tive uma experiência, no mínimo surreal. Por isso esse livro valeu a pena ser lido.

“Nada disso pode estar acontecendo de verdade. Se você se sentir mais confortá¬vel assim, poderia pensar no acontecimento simplesmente como uma metáfora. Religiões são, por definição, metáforas, apesar de tudo: Deus é um sonho, uma esperança, uma mulher, um escritor irônico, um pai, uma cidade, uma casa com muitos quartos, um relojoeiro que deixou seu cronômetro premiado no deserto, alguém que ama você - talvez até, contra todas as evidências, um ente celestial cujo único interesse é assegurar-se de que o seu time de futebol, o seu exército, o seu negócio ou o seu casamento floresça, prospere e triunfe sobre qualquer oposição.”

Resumo: Depois de passar três anos na prisão, tudo o que Shadow queria era voltar para os braços de sua mulher e ficar para o resto da vida longe de confusão. Mas, poucos dias antes da data marcada para sua soltura, descobre que sua mulher tinha morrido em um acidente. Seu mundo se torna um lugar mais frio...No avião em que volta para casa, Shadow conhece um senhor grisalho, chamado Wednesday, que lhe oferece um trabalho. E Shadow, um homem sem nada a perder aceita. Mas trabalhar para o enigmático Wednesday tem seu preço, e Shadow logo descobre que seu papel nas armações dele será muito mais perigoso do que poderia imaginar...Tão perturbador quanto divertido, 'Deuses Americanos' é uma viagem caleidoscópica e sombria que vai fundo nos mitos e cruza o mundo atual de maneira, ao mesmo tempo, misteriosamente familiar e completamente estranha.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Filmes baseados em livros

Acabei de assistir três filmes baseados em livros, sendo eles respectivamente A última música, O solista e Querido John.

Então eu vou dar a minha opinião sobre eles, bem... Eu digo que de todos os filmes eu prefiro mil vezes os livros, não por que os filmes sejam ruins, mas por que os livros são livros e tem os detalhes mais importantes, os sentimentos mais vivos, não sei ao certo, mas é isso. Então vamos lá:

A última música: Bem, dos três acho que esse foi o que eu menos gostei e tinha sido o livro que dos três eu mais tinha gostado, talvez seja por isso que o filme não foi lá essas coisas – particularmente, é claro. A protagonista Miley Cyrus convenceu no papel de Ronnie, como também o irmão dela – muito fofo, amei ele – e o pai também. Mas o Will, bem ele não me convenceu nenhum pouco, uma pena, acho que ele não se encaixou no papel, faltou algo, faltou mesmo. Fora isso, como eu já imaginava, a história muda em alguns aspectos e logo de cara as coisas acontecem com uma velocidade que eu quase desisti de assistir o filme – eu sei, sou um pouco dramática – mas eu assisti e até que gostei. Foi bom, mas não suspirei como eu imaginava e nem chorei como eu pensava. Bom.

O Solista: Hum... Sei lá viu. Acho que o filme focou em certos aspectos e isso foi interessante, como a esquizofrenia e a importância de se compreender a pessoa, isso foi bem destacado, além também da questão social, isso foi nítido. Eu também dou um ponto para os protagonistas Robert Downey Jr e Jamie Foxx, eles arrasam né? Eu adoro eles e sou fã do Jamie Foxx desde quando ele fez Ray – Eu sou fã do Ray Charles, aquela voz dele me faz suspirar alto – Bem isso fez eu gostar mais do filme. Porém muitas coisas da história foram alteradas como, por exemplo, Stevie no filme não está casado, mas sim divorciado e não tem uma filha pequena. Uma pena por que uma cena interessante do livro é quando ele leva o Nathaniel para a sua casa e ele toca piano para sua filha. Mas esse filme ficou em segundo lugar. Valeu a pena.

Querido John: Ah... Esse eu gostei, ah, suspirei e quase – por pouco – eu chorei, mas não caiu nenhuma lágrima. O filme, claro, cortou muitas cenas, mas acho que dos três esse foi o melhor. E acho que o porquê disso é que o Channing Tatum convenceu - e muito - no papel de John, os gestos eram do jeito que eu imaginei e o ator conseguiu passar os sentimentos conflituosos do John em cada cena. E além do mais ele é muito bonito, o que me fez pensar “será que a Savannah era cega por deixar o John assim?” – Que meu namorado nunca leia isso. De qualquer maneira esse filme eu achei o mais parecido com o livro, no entanto o final foi um pouco alterado – até ai tudo bem né? Valeu, gostei e até agora, estou suspirando.

Vol. 3: Coleção Mundo Emerso: O talismã do Poder - Licia Troisi

Minha opinião: Vocês já pensaram em ler uma coleção que te prende e mexe com você? Uma aventura que é empolgante e viva ao mesmo tempo? Então aqui está a minha dica: A trilogia do Mundo Emerso! Uma das melhores aventuras que já li! Puxa! Eu amei esse livro, amei a série, amei os personagens, amei tudo! Acho que esse livro foi melhor de todos, ou talvez seja por que acabei de ler... É, pode ser que seja isso, afinal eu me lembro de ter gostado muito dos outros também, em fim, a trilogia é fantástica. Nesse ultimo livro da série Nihal tem uma missão para salvar o Mundo Emerso do Tirano e pra isso ela tem que ir a todas as terras em busca das pedras que darão o poder para destruir o Tirano. E isso gera uma aventura em cada página, muitas vezes eu fiquei desesperada e não conseguia parar de ler, ontem estava na página 248 por ai, e hoje terminei de ler por que não conseguia parar e eu fiquei tão feliz por que finalmente Nihal olhou para o lado e viu Senar, tava demorando viu! Mas foi tão lindo – tá certo, sou romântica sim! – Mas as aventuras também são maravilhosas, não só da Nihal, mas do Laio e principalmente de Ido o gnomo, mestre da Nihal, ele mostrou sua força e sua coragem, e eu fiquei torcendo por ele. No final das contas, a dica da Luiza do blog Paixão por livros foi uma ótima dica! E valeu muito, mais muito a pena mesmo! Agora vou partir para As Guerras do Mundo Emerso, e imagino serem maravilhosas também. Mas acho que lá não vai ter nem Senar e nem Nihal, uma pena, por que eu já sinto falta deles...

PS: Olha só, a Nihal tem Twitter! Eu já add, é @Nihal_semielfo. Vale a pena para dar umas risadas.

Resumo: O terceiro e último volume da série Crônicas do mundo emerso, o Tirano está a um passo da conquista final. Um misterioso talismã é a única saída para evitar a derrocada das Terras Livres. Para utilizá-lo, Nihal e Senar precisam encontrar as oito pedras que compõem o objeto. Juntas, elas concentram energia suficiente para combater a maldade do Tirano. Mas será que os jovens conseguirão encontrá-las a tempo? Este é o desafio enfrentado por Nihal, a protagonista da série de fantasia criada pela jovem autora italiana Licia Troisi. Única sobrevivente de uma raça exterminada pelo Tirano, a jovem de olhos cor de violeta, cabelos azuis e grandes orelhas pontudas tornou-se uma guerreira de verdade e concentrou todas as forças que lhe restaram para enfrentar a batalha final. As dificuldades são inúmeras, já que Nihal e o jovem Senar têm de passar por terras completamente dominadas pelo inimigo. E ainda há a frágil, porém corajosa, companhia de Laio, aspirante a cavaleiro frustrado que se tornou amigo e fiel escudeiro da jovem semi-elfo. Ao mesmo tempo, os povos sobreviventes enfrentam as conseqüências de uma longa e devastadora guerra e as poucas tropas que restaram do exército das Terras Livres se preparam para o momento derradeiro. Nihal enfraquece à medida que o Talismã é preenchido, sugando sua energia. O tempo parece curto demais para que ela consiga superar todas as dores que enfrenta diariamente. Ao passar por sua terra natal, a Terra dos Dias, ela se vê diante de um passado que não conheceu senão através das vozes que continuam a atormentar sua mente. E as pedras têm de ser recolhidas em santuários perdidos guardados por deuses que desafiam a semi-elfa em tarefas que a exaurem mais e mais. No entanto, mesmo quase esgotada, a guerreira encontra no amor de Senar a razão para continuar a luta e guiar aqueles que buscam a liberdade e a paz. Durante todo este volume, a jovem autora promove através da fantasia uma reflexão sobre princípios e caráter, fazendo do Talismã uma alegoria. Afinal, os deuses antigos do Mundo Emerso guardam e controlam a imperfeição, o ódio, a solidão, a memória, a culpa, o destino, a luta e o sacrifício dos homens. Elementos essenciais para que Nihal mantenha o equilíbrio de seu espírito e se prepare para o fim triunfal. E com uma seqüência de ação emocionante no último capítulo, a autora ainda revela aos leitores a verdadeira identidade do Tirano. Neste épico arrebatador, a batalha final está nas mãos de uma semi-elfo que enfrentou o preconceito dos guerreiros e os percalços da luta para se tornar uma heroína.

Clique aqui e veja o livro!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Selinho!

Reformulado!
Oie! Eu ganhei esse selinho primeiro da Renata do blog Leituras do Kokoro, depois da Gabriella do blog Minha vida Problematica, e depois de novo da Luiza do Blog Paixão por livros, e vi a pouco que recebi também indicação do blog Arca de Artes (Poxa, quatro indicações...AMEI! ) eu fiquei muito feliz mesmo! não é uma graça?

Regrinhas:
Informamos aos seguintes indicados que devem postar o selo em seu blog, sendo em postagem fixa ou não, e indicar mais 10 blogs ao blog de ouro. Se você foi indicado, indique e avise os responsáveis pelos blogs que você indicou. Por favor, sejam educados respondam e postem o selo, pois é muito chato falar com quem não lhe da atenção.
Meus indicados:

Beijos!



domingo, 12 de setembro de 2010

O Solista - STEVE LOPEZ

“Como posso um dia trazê-lo de volta a um mundo de regras e regulamentos, de formalidades e banheiros? Ele está ligado somente à sua paixão e ao mundo para o qual ela o leva, um mundo em que a cidade é a sua orquestra e o maestro é uma estátua?”

Minha opinião: Acho que esse livro é muito interessante já que ele aborda um tema que para mim em especial é de grande interesse, a saúde mental. Steve Lopez que é o autor do livro conta a história de Nathaniel, um morador de rua que tem um grande talento com a música e um dia já estudou em uma das escolas de música mais respeitadas do mundo, Steve conhece Nathaniel na rua quando este está tocando violino no meio do caos de uma grande cidade. Eu antes de ler esse livro confesso que estava com um pouco de receio, por que muitas vezes leio, vejo e ouço discursos muito "estranhos" no que se diz respeito a saúde mental e principalmente as pessoas que como Nathaniel sofrem com isso, eu pensei que o autor fosse defender atitudes drásticas e querer trazer “a força” esse homem para o nosso mundo “real” e isso só de pensar me fazia estremecer. No entanto, o que eu li nesse livro foi uma série de dúvidas e questionamentos sobre qual é a melhor maneira de lidar, como proceder, como ajudar e principalmente como estar perto? Respostas que o autor por vezes não encontrou e que pensou muito, mas ele apontou maneiras diferentes de profissionais atuarem e se questionou por vezes qual devia seguir e eu acho que ele optou pela melhor, ou seja, não forçar a sua vontade para o outro, mas sim saber entender.

“Mas saio da conversa pensando nos desdobramentos no caso de Nathaniel ser considerado gravemente incapaz. Chegaria um carro de polícia, com os guardas correndo atrás dele e depois o arrastando, esperneando e gritando? Viria primeiro uma equipe de médicos com seringas e lhe espetaria um sedativo? E algo feito à força o tornaria mais propenso, ou menos, a confiar na autoridade e cooperar com um plano de tratamento a longo prazo?”

“Ele faria isso, mas no seu próprio tempo. Não se podia obrigar, não se podia apressar e não se podia ajudar chamando a polícia e mandando algemá-lo e confiná-lo. Teria sido um desastre. Nathaniel estava no comando, e o nosso papel era simplesmente ficar ali, mantendo uma porta aberta para ele”

Outro ponto que dou para o livro é que Steve mostra as diversas frustrações que ele teve ao tentar “ajudar” Nathaniel, e como por vezes é difícil lidar com a loucura, com o que não está estabelecido, com o que é diferente. E isso nos causa uma dor imensa, não saber o que fazer e por vezes ver que as coisas regridem e pensar ainda que não existe cura, mas existe a convivência e principalmente uma pessoa, com uma história, com vontades e desejos, que não podem ser descartados e deixar que apenas o seu diganóstico apareça estampado na sua testa. Além disso, esse livro também questiona as políticas públicas envolvendo esse tema, eu sei que ele fala dos EUA, mas serve para pensarmos o que ocorre no Brasil atualmente, eu como moro em São Paulo vejo muitas vezes uma luta antimanicomial que tem uma proposta coerente, mas o que ocorre no real? Como estão os equipamentos de saúde mental? Ou podemos pensar em como Minas Gerais vem avançando com seus projetos...bem... – Eu sei, esse tema mexe comigo -  Mas... Voltando para o livro, eu gostei e recomendo! E já vou assistir o filme, espero que seja bom!

“Não, não temos muitas das chamadas conversas normais. Mas o que é normal? Seguro a mão dele na minha e nenhum de nós precisa dizer nada.”

Tem filme desse livro!
Título no Brasil: O Solista
Título Original: The Soloist
País de Origem: Inglaterra / EUA / França
Gênero: Drama
Classificação etária: 12 anos
Tempo de Duração: 117 minutos
Ano de Lançamento: 2009
Estréia no Brasil: 06/11/2009
Estúdio/Distrib.: Paramount Pictures
Direção: Joe Wright
Elenco
Jamie Foxx ... Nathaniel Ayers
Robert Downey Jr. ... Steve Lopez
Sinopse: O filme é baseado na história real do prodígio musical Nathaniel Ayers, que desenvolveu esquizofrenia no seu segundo ano na famosa escola de artes performáticas Juilliard, de Nova York. Ayers acabou como sem-teto nas ruas do centro de Los Angeles, onde toca violino e violoncelo.

sábado, 11 de setembro de 2010

Aproveite

Olha só, mais descontos, mais preços bons demais! A coleção inteira do Percy Jackson e os olimpianos por R$89,90 (São seis livros). Também tem a coleção Harry Potter (sete livros) por R$59,90! Ou o volume único das Cronicas de Narnia por R$12,90! Tem mais ainda... os Seis livros da série House of Nigth por R$69,90 (bom né?)!

domingo, 5 de setembro de 2010

Vol 3: As Crônicas de Arthur: Excalibur - Bernard Cornwell

Minha opinião: Terminei agora de ler esse ultimo livro da trilogia sobre o Rei Arthur e fiquei com um nó na garganta, por que assim como a coleção terminou também acabou a história de Arthur e eu confesso que gostei muito dele no decorrer de toda a sua trajetória. Acho que esse livro no inicio foi um pouco devagar, eu esperava mais lutas e batalhas e mais coisas acontecendo, mas acho que isso só veio a acontecer do meio para o final e muitas coisas aconteceram e... – Eu tenho que respirar fundo agora – Eu sofri muito e queria que tudo ficasse bem, apesar de saber que não ocorreria, mas acho que o final desse livro diferente do que eu imaginava foi muito bom e muito bonito, com uma grande – e também triste - vitória de Arthur. Alguns personagens surpreenderam nesse livro como Mordred – que não mudou muito o seu caráter, mas aprendeu algo; Nimue também foi outra que ficou completamente alterada – Apesar de me perguntar se ela tivesse feito o que queria, será que mudaria algo? Mas outros personagens tiveram o que mereciam como: Lancelot – Bem feito! Eu adorei essa trilogia e agradeço muito ao meu colega Ely, que me emprestou toda a série sem pestanejar, fazer careta, dizer que o livro estava com outras pessoas, que o havia perdido e entre outras coisas que as vezes por vezes se pode escutar. Agora eu quero ler outros livros do mesmo autor, quem sabe né?

Resumo: Último volume da trilogia "As crônicas de Artur," do escritor inglês Bernard Cornwell sobre o lendário guerreiro Artur, que passou para a história com o título de rei, embora nunca tenha usado uma coroa. O autor desenha um Artur familiar e desconhecido. Um dos inúmeros filhos ilegítimos do rei Uther Pendragon, sem o menor interesse pelo poder, sua única ambição é manter o juramento ao rei de direito, Mordred, e ajudá-lo a lutar pela paz. Ao mesmo tempo, o autor nos revela locais conhecidos e personagens esperados: o mago Merlin, a bela Guinevere, Lancelot - aqui retratado como um covarde - e a lendária Távola Redonda.

Clique aqui e dê uma olhada nesse livro

sábado, 4 de setembro de 2010

Aproveite!

Olha só! O site do Submarino está com uma promoção muito legal, os três primeiros livros da série House Of Night si cada um por R$9,90! Clique aqui e veja!
O primeiro livro das Crônicas do Mundo Emerso: A garota da terra do Vento, também está por R$9,90!
Vale a pena dar uma olhadinha né!? Clique aqui e veja!
Ainda tem livros do John Grishan pelo mesmo preço: R$9,90!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Vol 2: Coleção Mundo Emerso: A missão do Senar - Licia Troisi

Minha opinião: Nossa... Adorei! A continuação ficou muito melhor, ou será que não tinha como ficar melhor? Não sei ao certo. De qualquer maneira, esse livro foi muito interessante e cheio de aventuras – de cabo a rabo, desculpem a expressão – Começa com Senar na sua viagem para o Mundo Submerso, enfrentando diversos desafios, principalmente os enjoos – tadinho – mas, além disso, conhece muitas pessoas fantásticas e até beija uma garota! Que coisa, não? Do outro lado está Nihal que enfrenta diversos inimigos nas batalhas, e principalmente a batalha interior, e descobre o passado sobre o Ido, que tem toda a relação com o próprio passado da Nihal... E por ai vai. Estou adorando essa coleção, cada vez mais estou me apaixonando pelos personagens, a narrativa é muito boa e quando começa a ler não dá pra parar... Muito bom!
Resumo: O tempo era cada vez mais escasso. O Tirano e seu exército de monstros continuavam avançando e conquistando novas cidades. Nos olhares e nos corações, persistia a imagem de medo e incerteza. Diante de tanta destruição, Senar, o mago, resolveu partir em busca da nação submarina que ninguém conseguia saber se era real ou não. Segundo a lenda, para chegar lá, o único caminho possível estava em um redemoinho no meio do Oceano. Onde ninguém até agora conseguiu sobreviver. Já Nihal, a jovem e valente guerreira, tentava ganhar o título de Cavaleiro do Dragão. Para isso, antes de qualquer coisa, teria que lutar contra o homem de armadura negra, que voava montado em um dragão e que ninguém, até aquele momento, conseguira vencer.
Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails