Estou lendo:O MUNDO EXPLICADO POR T.S. SPIVET - Reif Larsen


10 / 223 words. 4% done!

domingo, 16 de maio de 2010

O Símbolo Perdido - Dan Brown

Minha opinião: Envolvente... acho que essa palavra pode dizer o que senti quando lia esse livro, acho que o autor sempre joga com o suspense na trama, e isso é em certos momentos de perder o fôlego! Além disso, eu gosto muito dos personagens que o autor coloca em cena, nesse livro o personagem Malakh é um desses, toda a construção de sua história, as suas facetas, e o que ele idealiza prende a atenção. Outro ponto que marca os livros de Dan Brown são os temas que ele aborda, nesse em especial ele traz a Maçonaria, e a ciência e a religião se misturando. Eu gostei desse livro e acho que vale a pena ler... para quem gosta do genero é claro!

Resumo: "O Símbolo Perdido é denso, exótico, cheio de códigos e pistas, imagens impressionantes e a dinâmica incessante que torna impossível deixá-lo de lado. Esplêndido. Outra história arrebatadora de Robert Langdon." - The New York Times
O Prodigioso talento de Dan Brown para contar histórias, repleto de códigos e intrigas. Tece cinco anos de pesquisas sobre a história passada na capital dos Estados Unidos num período de apenas doze horas.
Depois de sobreviver a uma explosão no Vaticano e a uma caçada humana em Paris, Robert Langdon está de volta com seus profundos conhecimentos de simbologia e sua brilhante habilidade para solucionar problemas. Em O Símbolo Perdido, o célebre professor de Harvard é convidado às pressas por seu amigo e mentor Peter Solomon - eminente maçom e filantropo - a dar uma palestra no Capitólio dos Estados Unidos. Ao chegar, descobre que caiu numa armadilha. Não existe nenhuma palestra, Solomon está desaparecido e, ao que tudo indica, correndo grande perigo.
Malakh, o sequestrador, acredita que os fundadores de Washington, a maioria deles mestres maçons, esconderam na cidade um tesouro capaz de dar poderes sobre-humanos a quem o encontrasse e, está convencido de que Langdon é a única pessoa que pode localizá-lo.
Sendo essa a única chance de salvar Solomon, o simbologista se lança numa corrida alucinada pelos principais pontos da capital americana: o Capitólio, a Biblioteca do Congresso, a Catedral Nacional e o Centro de Apoio dos Museus Smithsonian.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails