Estou lendo:O MUNDO EXPLICADO POR T.S. SPIVET - Reif Larsen


10 / 223 words. 4% done!

sábado, 13 de dezembro de 2014

Ausência - Flavia Cristina Simonelli

Minha opinião: Já fazia um tempo que não lia um autor brasileiro, e fiquei muito feliz por ter escolhido justamente esse livro para o retorno.
Primeiramente eu escolhi esse livro por causa da sua sinopse, que trata do Alzheimer e de um romance que tem essa temática parece ser bem interessante não acham?
A história começa com Ervin de Apolinário que é um professor renomado que durante toda a sua vida se dedicou aos estudos, no entanto, sua vida começa a ficar confusa por conta de esquecimentos e alterações de humor, e isso se deve a uma doença degenerativa: o Alzheimer. O médico que começa a cuidar do caso é o Daniel, um neuropsiquiatra, casado, pai de dois filhos, mas que começa a ter um desejo pela filha do paciente.
Eu gostei bastante do desenvolvimento do livro, a história é interessante e o jeito como é contada, a partir dos conflitos internos dos personagens é descrito de maneira inteligente. 
Perceber as histórias se cruzando e de como algo na nossa vida pode fazer com que tenhamos certas atitudes que nem pensamos em ter, mas que é algo que ás vezes não conseguimos lidar.
Sabe, eu sempre fico com receio de ler um livro que tenha como personagens profissionais da área da saúde mental, como psiquiatras e psicólogos, muitas vezes, os autores destorcem as profissionais e escrevem coisas do senso comum e não oque realmente é o trabalho desses  profissionais - puxo a sardinha para o meu lado sim! - mas a autora conseguiu de "certa forma" ser coerente, talvez ela tenha apresentado que apesar de serem profissionais, são pessoas que também tem que lidar com seus conflitos internos. 
Além disso, a autora também soube levantar a questão do Alzheimer, como uma doença sofrida que afeta não só o paciente, mas a família toda, por que todos acabam sofrendo e tendo que lidar com a perda em vida das pessoas que amam.
Um bom livro!

Resumo: “O que é um homem sem memória? Um homem que não se reconhece mais em nenhum tempo, nenhum lugar, nenhum rosto?” Daniel é médico neuropsiquiatra e começa a tratar de Ervin de Apolinário, professor aposentado que apresenta uma doença degenerativa. Tudo estaria dentro da rotina do consultório, não fosse a doença de Alzheimer reavivar na memória de Daniel antigas dores, misturadas à paixão obcecada por Natasha, filha do paciente, provocando a desestruturação de seu casamento e a culpa por transpor seus limites éticos. Ausência é um romance que coloca ao leitor uma questão perturbadora: o que acontece quando a mente começa a apagar as lembranças que constituem a própria biografia? O desenvolvimento do Alzheimer e o dilema de Daniel são o fio condutor dessa trama permeada por relações complexas e questionamentos existenciais que levam a refletir sobre o dinamismo inesperado da vida.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails