Estou lendo:O MUNDO EXPLICADO POR T.S. SPIVET - Reif Larsen


10 / 223 words. 4% done!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Sherlock Holmes: O Signo dos Quatro - Arthur Conan Doyle


Minha opinião: Vocês acreditam que eu nunca havia lido um livro do Sherlock Holmes? Pois é a pura verdade, eu tinha assistido ao filme sabe? Esse último que lançou e pensei que o Sherlock fosse do tipo mais sério e não como no filme, mas depois de ler esse livro eu me surpreendi, por que ele luta sim boxe e cheira cocaína. Bem, no livro tem uma nota de rodapé que explica o por que do Sherlock se utilizar de cocaína, que não é pelo fato do vicio, mas sim pelo simples motivo de ter a mente em movimento, já que para ele ficar ocioso lhe causa um sentimento de angustia de sofrimento muito grande, portanto, precisa de alguma forma estar em ação, mesmo que para isso precise usar entorpecentes, penso eu, que a luta também tem relação com isso, já que traz a mesma questão, a de estar ativo, pensando em cada detalhe, nos movimentos e no próximo ação, o que deixa a cabeça atuando o tempo todo. Eu achei isso de certa maneira interessante, eu gosto dessa estranheza que me causou num primeiro momento.
Bem, realmente eu desconhecia – e muito – sobre esse personagem que é ao mesmo tempo curioso e interessante e que consegue ter visão e percepção do mundo que para muitos passam despercebido.
Pois então, nessa história do personagem, ele e o Dr. Watson têm que desvendar um mistério de um presente que todo ano a senhorita Mary Mortan recebe, uma perola, e isso tudo ocorre depois do desaparecimento do seu pai de forma misteriosa. É muito legal ver as percepções e a maneira como o Sherlock Holmes desvenda os mistérios, ao mesmo tempo em que o Dr. Watson relata cada detalhe, mostrando de seu ponto de vista os acontecimentos e como tudo passa a ser entendido de uma maneira que talvez outras pessoas não percebessem.
Gostei, e vou tentar achar os outros livros do personagem.

Resumo: Uma vez por ano, a senhorita Mary Morstan recebe pelo correio uma pérola, sem qualquer menção quanto a quem seria o remetente. Quando seu misterioso admirador pede um encontro, Sherlock Holmes e Dr. Watson começam a trabalhar no caso. Uma morte terrível e o desaparecimento de um tesouro levam a uma caçada pelas ruas escuras de Londres e pelas margens do rio Tâmisa. Os personagens deste grande romance de mistério incluem os mal-aventurados gêmeos Sholto e o homem da perna de pau, que povoam cenários na Inglaterra vitoriana – mais sombria do que em qualquer outra história de Sherlock Holmes.
O signo dos quatro é o segundo romance protagonizado por Holmes e Dr. Watson publicado por sir Arthur Conan Doyle (1859-1930), primeiramente como folhetim na Lippincott's Monthly Magazine, em fevereiro de 1890, e logo em seguida editado na forma de livro.
Esta história, que propõe um enigma intrincado e soluções geniais, e que demonstra o fascinante raciocínio de Holmes, além de nos apresentar facetas íntimas dos dois personagens principais, foi uma das responsáveis pela fama da maior dupla de detetives da literatura mundial. Juntamente com Um estudo em vermelho, de 1887, O cão dos Baskerville, de 1902, e O vale do terror, de 1915 (todos disponíveis na Coleção L&PM Pocket), compõe o conjunto das narrativas longas de grandes casos de Sherlock Holmes.

Tem filmes sobre esse personagem (Fonte: lista de 10)
Esse Louco Me Fascina - They Might Be Giants(1970 / George C. Scott. um homem enlouquece após a morte da esposa e está convencido que é o próprio Sherlock Holmes. quando a psiquiatra Mildred Watson se interessa pelo seu caso, ele a levará para as ruas de Nova York em busca do professor Moriarty e,claro, se apaixonam. um filme diferente e simpático)
O Enigma da Pirâmide - Young Sherlock Holmes(1985 / Nicholas Rowe. um Holmes adolescente, produzido por Steven Spielberg e com ótimos efeitos da ILM. conta a história de Holmes, já amigo de Watson na escola, resolvendo seu primeiro caso, onde pessoas são acometidas de alucinações, depois de serem atingidas por dardos)
A Vida Íntima de Sherlock Holmes (1970 / Robert Stephens. um filme pouco conhecido, dirigido pelo grande Billy Wilder. a partir de supostos escritos póstumos do Dr.Watson, conta a complicada investigação do desaparecimento do marido de uma bela mulher, que envolve um castelo escocês, o sumiço de seis anões, o monstro do Lago Ness, experimentos navais e até monges vilões. bom, mas não tem a sofisticação habitual do diretor)
Sherlock e Eu - Without a Clue (1988 / Michael Caine. nesta comédia, o verdadeiro detetive é o Dr. Watson - Ben Kingsley -, que desvenda todos os crimes. ele inventou Sherlock Holmes e precisa agora contratar um ator, que levará todo o reconhecimento. ótima premissa, ótimos atores, mas a trama policial é muito fraca)
O Cão dos Baskervilles (1959 / Peter Cushing. ótimo remake do livro mais famoso do detetive, deta vez estrelado pelo britânico Cushing. um aristocrata - Christopher Lee - contrata para desvendar o mistério de um cão amaldiçoado que vem matando membros de sua família há séculos)
Visões de Sherlock Holmes - The 7% Solution (1976 / Nicol Williamson. para tratar da dependência de cocaína de Holmes, seu amigo Watson - Robert Duvall - o convence a tratar-se com o Dr. Freud - Alan Arkin - em Viena. lá chegando, os dois terão também que investigar o rapto de uma amiga. a cocaína esteve presente em vários contos, mas havia sido suprimida até este filme. ótimo filme de Herbert Ross)
O Xangô de Baker Street (2001 / Joaquim de Almeida. comédia brasileira, baseada no engenhoso livro de Jô Soares. traz o detetive e seu amigo Watson - o ótimo e desconhecido Anthony O'Donnell - ao Rio de Janeiro, para investigar o desaparecimento de um valioso Stradivarius. a partir daí começam a acontecer seguidos assassinatos relacionados ao violino. o melhor do filme é o estranhamento e fascínio da dupla pela cultura local. divertido) 
ssassinato por Decreto (1979 / Christopher Plummer. com o grande James Mason como Dr. Watson.  neste ótimo filme de Bob Clark, Holmes investiga os assassinatos de Jack, o Estripador, um serial killer real, que aterrorizou Londres, matando prostitutas em 1888. para isso conta com a ajuda de uma vidente)
O Cão dos Baskervilles (1939 / Basil Rathbone. Basil foi o grande intérprete de Holmes, estrelando 14 filmes entre 1939 e 1946 no papel e em todos eles com Nigel Bruce no papel de Watson. neste primeiro, o detetive é chamado a desvendar um mistério aparentemente sobrenatural, de um cão fantasma que assombra e mata os membros de uma família aristocrática)
Sherlock Holmes (2009 / Robert Downey Jr. um superprodução, dirigida por Guy Ritchie, com Jude Law como Watson. traz um Sherlock mais físico, com uma trama rocambolesca - no estilo Dan Brown - e um ator americano no papel central. o estranho é que tudo isso funciona e o filme é bom. contribuem a fantástica fotografia de Philippe Rousselot e o precioso desenho de produção de Sarah Greenwood)

6 comentários:

Jessica Souza disse...

Muito legal, eu estou louca pra ler algum livro dele, vi na Fnac um livro com vários contos. Conheço sua personalidade e tals só pelo que ouço dos livros, mas ver ele na pele do Robert Downey JR. é mara!
Beijokas
Jeh
http://starbucksandbooks.blogspot.com

Mateus Lopes disse...

tbem só li um livro do sherlock a vida toda, "o cão dos baskerville", só pq eu vi o filme do guy richie e gostei! =)

MARCINHOW disse...

Sério que você nunca tinha lido? Eu lia tanto quando era mais novinho... Tenho até que reler de novo! O Que mais me encantava, não era os mistérios... E sim toda a beleza e o charme da época em que os livros se passam!

MARCINHOW disse...

Sério que você nunca tinha lido? Eu lia tanto quando era mais novinho... Tenho até que reler de novo! O Que mais me encantava, não era os mistérios... E sim toda a beleza e o charme da época em que os livros se passam!

Radige Hanna disse...

Eu nunca li também! E olha que eu leio bastante... vou ler "O signo dos 4" para ver se gosto.

Amanda disse...

Curto muito os livros dele!

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails