Estou lendo:O MUNDO EXPLICADO POR T.S. SPIVET - Reif Larsen


10 / 223 words. 4% done!

domingo, 30 de janeiro de 2011

A Essência do Dragão: Ressureição - Andrés Carreiro

CONTÉM SPOILER

Minha opinião: Vou confessar que apesar de ler a sinopse do livro antes de começar a leitura, eu esperava uma história cheia de magia e fantasia, afinal, um livro com o nome “A essência do dragão” dá para se ter essa idéia. Pois bem, nas primeiras páginas isso realmente foi possível, já que se contava uma história dos tempos primórdios... Mas de repente tudo muda, já que a história dá um salto para os anos atuais.

Eu primeiro, dou um ponto para o autor, justamente por ele ter essa “sacada” com a evolução da história, acho que essa passagem do tempo foi bem interessante, pelo menos eu me senti tentada a ler.

Mas também vou dizer que teve coisas que eu não curti muito não, e depois que acabei o livro eu fiquei pensando na possibilidade – muito possível – de não ter entendido direito essa história. Primeiramente, eu fiquei um pouco surpresa e confesso que desanimei um pouco sobre como ele descreveu os dragões, sei lá, eu gosto de dragões do estilo clássico, ou seja, dragões como seres míticos com poderes mágicos que nos remetem a um mundo de fantasia.

E quando eu li esse livro e me deparo com dragões com super tecnologia – que na verdade se parecem muito com a nossa tecnologia de uma maneira diferente, já que eles conseguem vasculhar o universo – eu fiquei um pouco que chocada.

Mas tudo bem, acho que eu estava com um preconceito diante de tudo e por isso continuei a ler, e entrei na história, acho que o autor também conseguiu fazer um bom trabalho em relação à originalidade, acho que isso foi bem legal e de certa forma ficou na minha cabeça.

No entanto, acho que eu fiquei com várias perguntas – e se alguém quiser responder pelo menos essas duas, eu ficaria muito agradecida. Primeiro, por que dragões? Enquanto eu lia, eu imaginei a relação entre dragões – com toda a sua história clássica – e a história que estava lendo, afinal, o autor poderia ter escolhido escrever sobre uma nova raça ou uma espécie meio humanóide só que com escamas que poderiam lembrar dragões, e não sei, mas acho que caberia melhor. Segundo, eu fiquei pensando na estrutura física dos dragões e em como será que eles desenvolviam a tecnologia que era descrita, apesar de ter algumas menções, eu não conseguia visualizar seres como dragões construindo tecnologia, na verdade eu pensava em tudo menos em dragões... Acho que isso foi algo que pesou muito na minha leitura, afinal, ficou um pouco complicado ler algo e não conseguir visualizar o que estava acontecendo.

Por fim, acho que foi bom ler um livro assim que me despertou sentimentos um tanto que contraditórios e várias perguntas que ficavam perambulando na minha cabeça durante toda a leitura. Diante disso, eu dou outro ponto, já que um livro que estimula ao pensar – mesmo que seja sobre como as coisas acontecem e etc – vale a pena.

Resumo: E se o ser humano não é a única espécie inteligente nascida no planeta Terra? E se esta forma de vida inteligente evoluiu de tal maneira que sua tecnologia possibilitou desbravar o Universo? Por que não deixaram nenhum vestígio de sua existência no planeta? Ficção científica? Fantasia? Aventura? Tire suas próprias conclusões e envolva-se nesta história! Conheça os Li-Seugs, Andy Carter e descubra qual é a missão de Tlüogodärami. Veja os dragões como nunca foram retratados antes.

9 comentários:

gabriella RK disse...

Não me senti muito atraida por este livro sei la....
Gostei muito da sua resenha.
beijoss

Mateus Lopes disse...

ah eu tbem prefiro dragões mais classicos, à maneira medieval, nao gosto mto que mexam nessas coisas que ja existem

Paulatictic disse...

Oi Gabriella,
bem, acho que as vezes vale a pena ler, de repente vc gosta né?
beijos

Oi Mateus,
É, eu tb prefiro o clássico mesmo, sei lá...
beijos

Maggie disse...

Sim, são um pouco tristes, mas não a ponto de caírem na depressão total.
É bom para entreter, mesmo não sendo daqueles livros marcantes.

Caroline Juliane Bonifácio disse...

Não li muito da resenha, pois como voc~e mesma avisou.. CONTEM SPOILERS hsuhsushus Estou com bastante vontade de ler este livro!
Beijos
Carol {SobreUmLivro}

Karine Marinho disse...

Não li a resenha, porque esse contem spoilers me salvou! :D
Beijos,K.
Girl Spoiled.

MARCINHOW disse...

Eu não sei responder as suas duvidas! Como eu disse na minha resenha, o melhor do livro todo, não é a cena de ação nas guerras espaciais, ou a trama super diferente, mas sim a Originalidade!

StrawK disse...

No mínimo intrigante.
Provavelmente dragões e tecnologia são duas paixões do autor, daí essa mistura peculiar. rs

Confesso que não me atraiu tanto, mas me deixou um 'cadin' curiosa.

Por Trás das Letras disse...

A parte do CONTÉM SPOILERS me fez não ler a resenha toda! HAHAHAHAHAHA
as vezes é dificil escrever uma resenha e nao dizer nada a respeito...
Teve uma série que eu nao consegui: As Brumas de Avalon! Nossa... como não falar mal da Rainha?!?? Impossível...

Esse livro do Dragão, eu já tava paquerando ele a tempos! ^^

Beijoos

Luiza

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails